• Dra. Juliana Behrens

Prótese Protocolo x Dentadura: vantagens e o preço de cada escolha

A perda de dentes, total ou parcial é um problema que afeta mais de 40 milhões de brasileiros. Inclusive, 11% das pessoas no Brasil não têm nem sequer um dente. Isso leva à necessidade de uso de próteses dentárias, tanto para recuperar o sorriso quanto a função de mastigação e fala. Então, há duas alternativas possíveis: a prótese total móvel e a prótese total fixa sobre implante.

Ao saber quais são as diferenças entre elas, você passa a entender como é a experiência de ter os dentes fixos de volta e qual é a opção ideal para o seu caso. Assim, dá para ter um novo seu sorriso de forma rápida, segura e saudável.

Quando falamos do cartão de visita que um belo sorriso representa, não há tempo a perder. Por isso, veja quais são as características da prótese protocolo fixa e das dentaduras: descubra como escolher a melhor!

Como funciona a prótese total móvel, a famosa dentadura?

Quando alguém perde os dentes da arcada dentária superior, inferior ou de ambas, uma das possibilidades é a prótese total móvel convencional. Popularmente conhecida entre os brasileiros como dentadura, “chapa” ou “perereca”, essa solução famosa e comum ainda gera muito incômodo. Até porque ela é móvel e dificilmente atende às expectativas de quem já perdeu todos dentes e deseja ter os dentes fixos novamente.

Por ser removível, o uso da dentadura móvel pode exigir o uso de colas adesivas para ajudar a não cair ou soltar da boca facilmente. Então, nesses casos além do gasto com a prótese, existe um gasto complementar ao se escolher essa opção de tratamento.

Além disso, a prótese dentária inferior de todos os dentes é considerada a mais desconfortável de todas as próteses e a de maior dificuldade de adaptação para os pacientes desdentados totais.

Por causa dos movimentos mastigatórios, fala e proximidade com a língua, ela tende a mexer constantemente e pode atrapalhar os usuários a realizar atividades simples como bocejar, assoprar uma vela e até mesmo dar uma gargalhada com segurança. Desse modo, a experiência do usuário com esse tipo de prótese é, na maioria das vezes, insatisfatória.

Céu da boca em acrílico

A prótese total móvel da arcada superior conta ainda com uma extensão na parte palatina, o chamado céu da boca em acrílico. Além de causar uma sensação desagradável para comer e falar, esse tipo de prótese também reduz a sensação do paladar. Desse modo, é comum que o usuário desse tipo de prótese ingira alimentos com mais sal ou açúcar para realçar o sabor, o que prejudica a saúde, principalmente em pacientes hipertensos e diabéticos.

Durabilidade e substituição

Para piorar, não se deve dormir com a dentadura na boca. Muitas vezes, ela fica em um copo de água ao longo da noite, o que pode afetar relacionamentos e a autoestima. Como não são fixas, mesmo boas dentaduras devem passar por trocas a cada 3 ou 5 anos.

Dentaduras que machucam a gengiva ou que estão sem adaptação devem passar por troca imediata, pois apresentam risco à saúde e podem até gerar lesões que predispõem ao câncer bucal.

Comer farofa, ter que sair constantemente da mesa de jantar para limpar e medo de ser hospitalizado e acordar sem os dentes também são desafios e receios comuns na vida dos usuários desse tipo de prótese.

E a prótese protocolo fixa sobre implantes? Entenda as vantagens

A outra possibilidade é a prótese total fixa sobre implantes. Também conhecida como prótese tipo protocolo ou dentadura fixa, ela pode ser posicionada tanto na arcada inferior quanto na parte superior.

Essa é uma alternativa que oferece excelente eficácia mastigatória, muito próxima a dos dentes naturais e que realmente transforma a vida dos pacientes que perderam todos os dentes. Como ela é fixa e garante ótima estabilidade por ser parafusada nos implantes dentários instalados no osso, mastigar alimentos mais duros, pegajosos e a sorrir sem medo estão entre suas principais vantagens.

Além disso, atividades simples como o ato de assoprar uma vela de aniversário deixam de gerar apreensão ou constrangimento ao se optar por esse tipo de prótese dentária. Para completar, para quem perdeu todos os dentes da parte de cima, é uma opção que não apresenta céu da boca e que tem elevada durabilidade.

Qual é a duração e o preço da prótese protocolo fixa sobre implantes?

Com a correta manutenção e cuidado, o resultado do tratamento com próteses fixas do tipo protocolo sobre implantes dentários pode durar décadas. Inclusive, alguns estudos científicos demonstram uma longevidade de mais de 25 anos em pacientes reabilitados com esse tipo de prótese.

Desse modo, quando se compara o preço de uma prótese protocolo fixa e uma dentadura móvel no longo prazo, o investimento se torna bastante atrativo. Além disso, pode até ser mais barato, já que não existirá a necessidade e o custo de ficar trocando a dentadura por uma nova a cada 3-5 anos, como ocorre ao se optar por uma dentadura móvel apoiada apenas na gengiva.

Não menos importante, temos o impacto em relação à aparência. Hoje, a prótese total fixa do tipo protocolo parafusada nos implantes possui um aspecto extremamente natural, que se assemelha muito aos dentes reais.

Quais são as técnicas de implantes para prótese protocolo fixa?

Quando corretamente indicadas, técnicas como a all-on-four guiada com carga imediata permitem que, com apenas 4 implantes, pacientes desdentados totais tenham até 12 dentes fixos de volta. Além disso, tudo é feito sem a necessidade enxertos ósseos, de incisões ou de cortes na gengiva.

A cirurgia para instalação de implantes pela técnica sem cortes dura apenas alguns minutos. A média é de 10 minutos para cada implante e a instalação da prótese protocolo fixa definitiva ocorre em menos de 72 horas. Desse modo, o sorriso se restabelece rapidamente.

O pós operatório é o mais surpreendente! Afinal, ocorre com menos dor, inchaço, sangramentos e risco de infecção. Na maioria dos casos, pontos ou suturas não são necessários e os pacientes podem retornar às suas atividades profissionais quase que imediatamente.

Por que escolher a prótese fixa do tipo protocolo sobre implantes dentários?

A verdade é que a prótese total convencional é vista como uma solução paliativa e que causa alguns incômodos. Portanto, não é a alternativa ideal para quem pensa a longo prazo e deseja ter uma mastigação melhor. Para aumentar a sua qualidade de vida, é interessante pensar na prótese protocolo fixa. Afinal, quanto mais o tempo passa, maior é a dificuldade de se instalar implantes sem recorrer a enxertos ósseos prévios.

Como ela é duradoura, tem um custo-benefício excelente. Além disso, oferece a segurança para ter de volta um sorriso fixo bonito e natural.

No caso da arcada inferior, é muito comum utilizar a técnica conhecida como all-on-four que dispensa enxertos ósseos e possui altas taxas de sucesso. Com ela, é possível ter de volta 12 dentes fixos com apenas 4 implantes. Assim, o procedimento é mais simples e a recuperação é bem rápida.

Também é interessante entender as diferenças entre a cirurgia guiada com implantes sem cortes e a técnica tradicional para otimizar os resultados. No caso da técnica guiada, os implantes são instalados através de perfurações milimétricas, de uma forma extremamente segura e com muita rapidez , o que gera bastante tranquilidade para o paciente que tem medo do dentista.


Fonte: Dr. João Marcelo Arcoverde


8 visualizações0 comentário